terça-feira, 28 de setembro de 2010

Hospital hoje? Nem pensar!

Por Mik

Fomos ao dermatologista e ao endocrinologista. Hora de fazer alguns exames.
A endocrinologista pediu vários exames de sangue.
Descobrimos que a coleta seria feita no 1º andar do hospital. 
Fomos lá ontem, mas não tinha ninguém para dar informações.
Ok.
Para quem já fez exame de sangue sabe o que é preciso... jejum de 12 horas, certo?

Hoje foi dia de fazer exame de sangue.
Chegamos lá, por volta das 8:30hs e tal foi a surpresa quando... 
Não tinha quase ninguém?!?! 
Como assim?!?!
Se fosse no Brasil estaria lotado de gente!
Das duas, uma:
Ou brasileiro tem mania de doença e precisa tirar sangue o tempo todo!
Ou aqui o exame é tão caro que quase ninguém faz...

Descobrimos.... 2ª opção.

Hoje pagamos 8040 rupias (R$306) para fazer os exames de sangue.
Para quem pagou 700 rupias na consulta com a endocrinologista, achei very expensive!
Descobrimos que o hospital ganha dinheiro é nos exames.
Vai vendo!!

Não chegamos a levar todo esse dinheiro para o hospital.
Tentamos passar o cartão, no working. 
10x0 (Máquina de cartão e atendente)
Johnson teve que sair para ir ao banco buscar dinheiro.
Como tinhamos dinheiro para os meus exames, fiquei para tirar sangue.

Hora de tirar sangue.
Antes de entrar me entregam um potinho.

Por favor, colete sua urina.

mas agora???

Sim! O banheiro fica logo ali a esquerda.
 Lá fui eu ao banheiro...

Banheiro com sanitário ao chão. Perceba o balde e a torneira para que o índividuo realize sua higiene após o feito!
Imaginem-se, mulheres, nesse banheiro sem apoio para a bolsa, - detalhe: Johnson havia saído para ir buscar dinheiro, eu não tinha com quem deixar nada! - piso todo molhado, sabe-se lá de quê?!
Ok. Respira fundo. Medita 10 segundo e tenta!

Curiosidade: Não aparece na foto, mas no canto direito da foto tinha um sabonete no chão, para quem quisesse se lavar!

Dez minutos depois de conseguir tirar minha calça, pendurá-la na porta junto com minha bolsa, minha pashimina, meu óculos escuros e a pasta médica do hospital... me equilibrei e consegui coletar a danada da urina.
PQP mil vezes!!!
Sai de lá entreguei o potinho e entrei na sala para tirar sangue.  (a essa altura, Johnson já tinha voltado).

De primeira a enfermeira pegou minha veia - coisa absolutamente difícil para enfermeiros brasileiros que normalmente me furam 2 vezes até achar a danada da veia. Boa!

Até ai tudo normal.
Quando ela termina de tirar 3 tubos de sangue, ela me avisa que eu deveria ir, tomar meu café da manhã e retornar em 2 horas para coletar mais sangue!

Vai vendo meu povo!! Tá achando que é mole ser brasileiro na Índia!

Temos ido ao hospital quase todos os dias da semana.
Pedi para a secretária marcar Endocrinologista, Dermatologista, Oftalmologista, Ginecologista e Clínico Geral.
Tinha certeza absoluta que ia demorar. 
Acostumada com o sistema brasileiro de atendimento hospitalar...
Que nada! Todos, praticamente, na mesma semana.

Hoje a noite estava marcado oftalmologista para mim. 
Tenho sentido muita dor de cabeça ao ler. Acho que está na hora de usar óculos. Mas depois de duas idas ao hospital, o Sr. meu marido decidiu:
Hospital hoje, depois de ter ido duas vezes pela manhã e logo que eu sair do trabalho?? Nem pensar! Preciso descansar.

Pois bem.... remarcamos o oftamologista para próxima semana.
Amanhã voltaremos na endocrinologista, com os exames que ficaram prontos hoje, e na quinta teremos clínico geral.

Um amigo me perguntou no facebook:
e como ta aí? Divertindo-se? Já pegou alguma doença seria ou ta tudo tranquilo?

Com tantos exames e médicos; doença??
Dessa mal não sofreremos!

Vai vendo!!!

14 comentários:

  1. Eita...
    Sanitário assim eu vi foi no interior desse Brasil aqui, viu? Cumádi, te digo uma coisa... a Índia, pelo que vocês dizem, funciona com outro padrão de higiene... mas os banheiros aqui que pude visitar e que tinham esse tipo de sanitário, encontravam-se em estado muito mais parecido com o mar arábico que banha a sua atual morada do que com esse ai! rs Os daqui também não tem papel (limpo... só usado e espalhado pelo chão), maaaas também não tem agua e muito menos sabão! rs
    Esse ai tá bão, sô! Bom... pelo menos o do hospital!
    Os detalhes das aventuras femininas para organizar tudo e ainda acertar o xixi no potinho foram ótimos!
    O Steve que veja, vocês aparentemente nunca se cuidaram tanto e ficaram tão ligados em saúde. Ai nem rola de ter doenças estranhas! hahahahahaha
    Muito bão!
    É hospital, exame, academia.... tô ficando feliz demais com isso... vão voltar atléticos e hiper saudáveis... e ainda tem a parte da espiritualidade... Vejamos como será o retorno depois de 3 anos... VV
    Eu quero é continuar acompanhando esse processo todo ai!
    Beijoca

    ResponderExcluir
  2. Ei Mik, parece banheiro de´área rural brasileira...mas este ainda tem sabão e é limpinho...ja fui num desses no chão de terra...aff...
    estoua dorando acompanhar a aventura de vocês...vamos tentar nos falar no skype dia desses?

    ResponderExcluir
  3. Realmente as sessões na academia devem ter ajudado nas múltiplas estratégias de movimentos e diversos controles musculares para alcançar o objetivo!!!!Força e controle muscular excelentes!!!!Em relação ao "banheiro", por aqui tb há esses modelos, na feirinha tem 2...em minhas idas ao Tocantins tb aprendi a usar esses...ñ tenha sabonete, viu? avanços higiêncios hindus...fazem bem em cuidar de sua saúde, será que voltarão saudáveis e magriiiiiiiinhos?????essa não....olha a harmonia.....!!!!!meditem muuuuuuito e não se precipitem, tá?!beijos e saudades! T.Carmen

    ResponderExcluir
  4. Hilário , Mik! Me desculpa...mas ri tanto de vc se equilibrando naquele banheiro que quase fiz o serviço por vc e SEM POTINHO PRÁ RECOLHER!!!!!Que situação !... Já ví muitos banheiros desse tipo nas estradas quando viajávamos de carro com papai...todos imundos e fedorentos...uma eca!!! Nós morríamos de mêdo de cair dentro daquele buraco nojento...
    Tô gostando de ver vc ganhando confiança. É isso aí menina!!!Um beijão

    ResponderExcluir
  5. Ihhh, será que comento??? Ah, dane-se! Comento!!!

    Adooooooooooro uma privada dessas!!!!! Ideal standart! Literalmente!!! Naturalmente que limpinha, sem líquido incógnito espalhado pelo resto do assoalho, e tal e coisa, e coisa e tal! Umas alcinhas ou prateleiras nas paredes seriam bem vindos para a pessoa se livrar de mochila, óculos escuros, casaco, calça, peça de baixo, squeeze de água, celular...(o meu penúltimo aparelho celular já se lançou do bolso da calça num 'jump' olímpico direto para a privada, salto perfeito, daqueles que nem água levanta; medalha de ouro na certa!). Toda vez que penso em construir minha casinha, num futuro distante, é esse tipo de privada que imagino. Primeiro que os músculos da parte inferior do corpo agradecem. Segundo que acocorar-se é tão mais funcional! E em banheiro público, então..., vocês não imaginam o malabarismo que é ter de montar nessas privadas convencionais e ficar lá, empoleirado, esperando que a fisiologia humana se desencumba da humilhação diária de todo ser vivente com diligência! Fico sempre imaginando o que acontecerá se a privada não aguenta e quebra! Eu no DF TV - Morre no banheiro da biblioteca da UnB, empalado por um dos cacos da privada, brasiliense de 36 anos! E olha que morrer é a melhor das alternativas! Agora, o sabonetinho... só maluco pra cogitar utilizá-lo numa circunstância dessas! Portanto, dez para a privada! Zero para os acessórios, ou para a falta deles! Em pensar que era banheiro de hospital! Aí, aqui, na China... vamos combinar que dá pra ser melhor, né?

    ResponderExcluir
  6. Olha eu achei a privada super conceitual, super in, última moda em milão rsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsr
    Fora isso adoror os posts, de coração, manda beijo pro rafa um beijão procê tb. Olha, podemos trocar, eu vou ao hospital por vcs e vcs vão ao dentista para mim rsrsrsrsrrs beijos!

    ResponderExcluir
  7. esse tipo de banheiro ja conheci no interior da Franca ha uns 6 anos atras, entao pelo menos ja sei que isso nao eh privilegio dos paises menos desenvolvidos. Realmente ser estrangeiro nao eh mole nao. A gente sai perdendo sempre, ate nas maiores megalopolis tipo NY & Paris. Cansei de ver gente se estapeando no transito em Paris. Literalmente se estapeando: tipo, eles descem dos carros e partem pra briga FISICA. E vi isso em St Germain e outros bairros super nobres, OK? nao foi la nos quintos dos infernos da capital parisiense nao. Mas isso tudo so mostra o quanto somos todos muito diferentes e iguais ao mesmo tempo, nao eh? bj

    ResponderExcluir
  8. Você tirou a foto sem as calças?? Rs...

    ResponderExcluir
  9. Ah meus sais....
    Ramon, meu amigo.. Para com isso de ficar empoleirado! Esse trem só vale pra quando a gente é pequeno e pesa menos de 25 quilos! rsrsrsrs
    Tem que ficar na posição aviãozinho... Se não, vira notícia mesmo!
    Pronto... comentei o comentário! rs Desculpa, mas é que fiquei preocupada!!!!
    Neguinha, acho que no fim, o que faltou ai foi mesmo o papel higiênico e a prateleira pras quinquilharias, né não? Vai vendo, eu visualizei o salto triplo twist carpado do celular!!! Ainda bem que não rolou...

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Hehehehehehe!!!

    Fique tranquila! Estratégias mais eficientes e menos arriscadas já foram meticulosamente pensadas e postas em prática! Com sucesso! Mas aviãozinho... isso está me parecendo nome popular para "Mayurásana", alternativa pra yogue! E... "OM NAMAH SHIVAYA" na casinha... não sei, não! ;D

    ResponderExcluir
  12. Talvez demorei para conseguir comentar...baixou um toc limpeza de lavar a mão (e o sabonete) várias vez...VVVV! Expressionante!

    ResponderExcluir
  13. Mik, não inventa ir para China...!

    ResponderExcluir