sábado, 13 de novembro de 2010

Vai vendo...

Por Mik

Queridos, para quem quiser se aventurar nas leituras que me fazem entender um pouco mais sobre a Índia... coloquei link em todas as palavras importantes, ok?

Tudo começou no dia 06.11, quando comecei a escrever o post...

E o obama chegou!
Quantas notícias...Obama, terrorismo, mudança, enxaqueca, diwali, lakshmi... Pensa que é fácil morar/viver na Índia?!
Mudamos dia 03.11, dia muito auspicioso para mudar, disse uma das funcionárias do consulado para o Rafael.

"O Sr. é um homem de muita sorte! Muito auspicioso mudar hoje. Eu não consegui... Agora terei que esperar mais um festival para poder me mudar. (...) Hoje é o melhor dia para fechar negócios, comprar objetos caros,  iniciar novos projetos... Todos os negócios feitos hoje, serão negócios de muito sucesso."


Como parte do ritual, todos saem às ruas para comprar algum objeto metálico para sua cozinha. Algo que represente a prosperidade, a riqueza... como sinal de boa sorte para família.

Pois é... depois de muitas agonias e um blog lacrado... agora conseguimos não só a liberação do dinheiro para o pagamento do aluguel, mas também mudamos no melhor dia do ano hindu.

Só que não foi tão fácil assim...

No dia que escrevi o meu último post... o dinheiro saiu, só pra me contrariar... ainda pensei: "Deveria ter escrito essa M antes..." 

Enfim... coisas do cosmos... vai entender...

A casa era nossa, só tinha um detalhe... o cheque que entregamos para uma das donas do ap não era para o quarta 03.11 e sim, para segunda 08.11.
Como o dinheiro tinha sido liberado, mas não tinha sido transferido para conta de Mumbai...  achou-se mais prudente colocar a data de segunda. Vai que o indiano deposita  o cheque e ele muge?!?! 

Mau negócio... os indianos precisam venerar o cheque no dia de Dantheras, eles precisam venerar contratos, cheques, dinheiro...no Diwali! 

Ps.: Dantheras ou Dhantrayodashi é um dia de grande importância para os comerciantes e empresários hinduístas. É o dia em que são desenhadas pegadas na frente das casas, das lojas, no comércio... simbolizando a entrada da deusa Lakshmi. Dia em que são acesas as Diyas para afungentar os maus espíritos.


Diyas

Kolam












Pensando bem... 
Vamos para uma breve explicação sobre o festival...

São cinco dias  de comemoração e todos giram em torno de um maior, o Diwali.

No primeiro temos o: Dantheras
No segundo temos o: Narka-chaturdashi ou Choti Diwal
No terceiro temos o: Diwali
No quarto temos o: Padwa ou Bestavarsh do Ano Novo
No quinto dia e final do festival de Diwali... Bhai duj

O Diwali também é conhecido como festival das luzes, e tem um significado espiritual muito importante, que é a consciência da luz interior
Para os hinduístas é a afirmação de que há algo para além do corpo físico e da mente... que é puro, infinito e eterno, chamado de Atman.
Assim como nós celebramos o nascimento do nosso ser físico - aniversário (viu Zanza)... O Diwali é a celebração da luz interior, aquela que ofusca todas as trevas, remove todos os obstáculos e dissipa toda a ignorância, despertando o indivíduo para sua verdadeira natureza, não como o corpo, mas como infinito, imanente e imutável.

Rama - Sita - Laxman e Hanuman


O significado mais tradicional desse festival, tem origem no Ramayana.
Quando se comemora o retorno do Rei Rama a Ayodhya.
Rama seria a reencarnação do Deus Vishnu, sendo o filho mais velho do Rei Dashrath, na linha direta da sucessão ao trono. 
Ele é enviado para o exílio por 14 anos, cumprindo a promessa do Rei à uma das Rainhas - Kaikeyi. 
Rama é acompanhado pela sua esposa Sita e pelo irmão Laxman, e após várias vitórias em batalhas, que simbolizam a eterna luta entre a clarividência e a ignorância, acontece seu tão esperado retorno ao povo de Ayodhaya. 
Na noite da sua chegada acendem-se diyas  Rama. O adorado senhor, corajoso e dedicado ao seu povo e aos valores religiosos, é recebido com diyas para iluminar a noite escura, de forma a afastar toda escuridão do seu caminho.

Temos ai, parte do festival.

Enquanto a história por trás Diwali varia de região para região, a essência é a mesma... alegrar-se em Atman, ou na realidade subjacente de todas as coisas... Brahman.


Aprendi que estar com as Diyas acesas e com o Kolam desenhado na porta de entrada, significa muito mais do que a entrada da fartura, da sabedoria, da coragem... no dito popular, significa o triunfo do bem sobre o mal!

Só que mudar num dia em que todos saem de casa para comprar os seus objetos metálicos, pode não ser um dia muito auspicoso para arrastar o sari  firangue no mercado... mas como eu precisava de material de limpeza, afinal não tinha a menor condição de usar o banheiro sem dar uma lavadinha... lá fui eu arrastar meu sari no mercado. 
Péssima idéia!
Se o trânsito de Mumbai é um caos, no dia de Dhantera é 10 vezes mais. Levei 1 hora para fazer um caminho que normalmente fazemos em 20 minutos.
Quando chegamos ao shopping - porque a maioria dos super mercados ficam nos shoppings - surpresa! High Street Phoenix estava completamente lotado! Incredible India!! 
Happy Diwali!!
O supermercado estava pior que o Extra em véspera de natal. 
Quem manda ser do país que mais gasta em material de limpeza?
Quem manda ser obcecada por limpeza?!?!
Ok. Depois de 2 horas dentro do mercado consegui comprar os materiais de limpeza e entrar numa fila para pagar as compras.
Mais 40 minutos de fila, e finalmente consegui sair do mercado.

Ps.: Ainda deixei um senhor passar na minha frente... isso porque pediu,  gentilmente, já que tinha comprado só dois copos metálicos... para o Diwali.
 

Nessa hora meu pescoço já não sustentava minha cabeça, tamanha era a enxaqueca que eu sentia.

Enfim... comprei o material de limpeza e não esqueci o danado do objeto metálico.
Afinal... não podia deixar que uma "simples" enxaqueca acabasse com o  meu/nosso dia auspicioso... 

Comprei um suporte metálico para o papel toalha...  :P


Vai vendo!



4 comentários:

  1. Devia ter sido um suporte metálico para o papel-higiênico! É sempre muito auspicioso ter papel-higiênico em casa!

    ResponderExcluir
  2. Mik ...Fiquei tonta só de imaginar a situação no supermercado...Afe !Como é que vc está dando conta de tanto nome complicado,menina?Caramba , depois dessa missão não vai ter mais tempo quente prá vcs.Vai ser só mamão com açúcar!!!

    ResponderExcluir
  3. Querida, seus posts estão cada vez melhores! Não consigo entender os Deuses e as datas com tantos festival, cerimonias, objetos, MAS acho as histórias muito legais. Mr divirto e imagino a cara de vocês... Eu quero um KOLAM desses para minha porta! Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post, bem-bem. Muito bom, parabéns!

    ResponderExcluir